Categoria : desenvolvimento de websites

Home/Arquivos por Categoria desenvolvimento de websites

Papeli – Papelaria e Artesanato

No ar mais um projeto desenvolvido pela Netuna Digital, o site da Papeli – Papelaria e Artesanato.
A Papeli é uma distribuidora de papéis de várias marcas e modelos. Trabalha com papéis fotográficos, color plus, criacor, papéis metalizados, fluorescentes, reluzentes e tudo o que sua criatividade desejar! Possuí entrega ágil e fácil.
Pelo site é possível comprar os produtos do conforto da sua casa com a confiança da qualidade e segurança Paleli.

O site foi desenvolvido com e-commerce em plataforma WordPress com reformulação da usabilidade e da identidade visual da Loja Papeli.
Desejamos boas vendas à Papeli e esperamos continuar nossa parceria por muitos anos.

Confira: www.lojapapeli.com

C.E.D – Pró-Implante

Acaba de entrar no ar mais um projeto desenvolvido pela Netuna Digital, o site da C.E.D – Pró-Implante.
A Clínica Estética Dentária Pró Implante fundada há 20 anos dispõe de doutores, mestres e especialistas em Implantodontia, Ortodontia, Cirurgia Bucomaxilofacial, Próteses fixas e removíveis, Periodontia e Estética dental. Conta com uma equipe de especialistas que aplicam todo seu conhecimento para realizar um correto diagnóstico e assim planejar opções de tratamentos eficientes.

A Netuna desenvolveu 100% do projeto, desde a concepção da identidade visual, programação do site em WordPress com recursos de captura de leads e em breve, estaremos lançando as campanhas de divulgação através do Google Adwords. 

Confira em: www.cedproimplante.com.br

Leia Mais

FIT – O Festival Internacional de Teatro Palco & Rua de Belo Horizonte.

Acaba de entrar no ar mais um projeto desenvolvido pela Netuna Digital, o FIT – O Festival Internacional de Teatro Palco & Rua de Belo Horizonte. É um evento muito importante para a cidade, pois é considerado um dos maiores festivais internacionais de teatro do país e um dos cinco principais da América Latina.

Realizado a cada dois anos, o FIT oferece programação em teatros, com preços populares, e em parques e praças, gratuitamente. Espetáculos de diferentes nacionalidades são apresentados ao público, desenhando uma programação diversificada. São 22 anos de muita arte. O 13º Festival Internacional de Teatro, Palco & Rua de Belo Horizonte acontecerá de 20 a 29 de maio de 2016 em vários locais da cidade.

A Netuna desenvolveu todo o projeto, desde a parte visual, programação web, agenda, etc.

Confira em: www.fitbh.com.br

Leia Mais

Marco histórico: 25% dos sites da internet são feitos em WordPress

Vivemos hoje um momento histórico em se tratando de  CMS (Content Management System), pois um em cada quatro sites da internet são feitos em WordPress, de acordo com o site W3Techs.

E a tendência é que essa porcentagem aumente ainda mais em 2016, diz Matt Mullenweg, fundador do Automattic (que oferece os blogs gratuitos da empresa).
Além disso, o WordPress é utilizado por quase 60% de todos os sites que utilizam o CMS.

 

Fonte: Tecmundo

Google deixa de mostrar sites não responsivos nos resultados de buscas

Depois de anunciar em fevereiro que faria mudanças significativas em seu ranking de buscas, o Google cumpriu parte da promessa nesta semana: os sites que não forem adaptados para smartphones e outros dispositivos móveis cairão no ranking. De acordo com a gigante californiana, a atualização afetará apenas os rankings exibidos em celulares e tablets.

Ainda segundo o Google, a atualização será aplicada apenas a páginas específicas, não a sites inteiros. “Com as pessoas fazendo cada vez mais buscas em seus dispositivos móveis, queremos ter certeza de que elas podem encontrar conteúdo não apenas relevante e oportuno, mas também fácil de ler e de interagir em telas menores”, disse uma porta-voz da empresa ao The Wall Street Journal.

885x592-google-20150422100058

O Google deixou claro, entretanto, que a adaptação a dispositivos móveis é apenas um dos 200 sinais que o algoritmo usa para determinar o ranking de resultados. “Sites que não são tão responsivos como poderiam ser não irão desaparecer. Na verdade, eles ainda podem se classificar em um nível alto se tiverem um bom conteúdo que as pessoas realmente queiram”, disse a empresa em um post de blog.

A mudança, de acordo com o Google, deve ser feita porque a experiência com sites não responsivos é ruim. Fontes minúsculas, links que precisam que o usuário tenha “dedos finos” para serem clicados ou uma barra lateral que desce “eternamente” são alguns dos exemplos. Para os negócios, um site que não se adapta também é ruim: uma pesquisa mostrou que 74% das pessoas estão mais propensas a voltar para um site se ele for mobile-friendly.

Fonte: http://info.abril.com.br/

Chrome 37 – Fontes turvas, grandes ou deformadas – Como resolver?

A nova versão do Google Chrome veio com um pequeno bug na visualização de textos. Alguns usuários estão se queixando de problemas, na barra de favoritos em que os ícones estão grandes ou então os textos estão “borrados”.

Aparentemente, o problema ocorre pelo ”Direct Write”, uma nova funcionalidade do Chrome que permite atualizar a forma com que é mostrado os textos. Desse modo as fontes ficarão com a qualidade mais alta e clara, especialmente em dispositivos hiDPI. Saiba mais e veja as imagens no blog do Chromium.

O bug foi relatado aqui nesta issue:
Algumas soluções para resolver este problema estão abaixo, encontradas por usuários do fórum inglês do Google Chrome:
  1. Acesse a área de trabalho do seu computador.
  2. Clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do Google Chrome, clique na opção “Propriedades”.
  3. No campo “Destino” adicione o seguinte comando depois de “chrome.exe” /high-dpi-support=1 /force-device-scale-factor=1 (Dê um espaço antes do comando)
  4. Salve as configurações e experimente abrir o Chrome novamente.
Se isso não funcionar, experimente desativar a aceleração de Hardware do Chrome:
  1. Clique no menu do Chrome Chrome menu no canto superior direito
  2. Selecione ”Configurações”, clique no final da página em “Mostrar configurações avançadas”
  3. Localize a seção ”Sistema” e desmarque a opção “Usar aceleração de hardware quando disponível”, reinicie o Chrome.
Outra solução ainda é:
  1. Em sua barra de endereços escreva chrome://flags/#disable-direct-write e pressione ENTER.
  2. Agora, clique em ”Ativar” para o Direct Write ser desativado do Chrome.
  3. Reinicie o navegador.
O Google já criou um artigo para a Central de Ajuda informando que o time de engenheiros já estão trabalhando na solução para o problema. A correção do bug para a versão 37 deve vir ou amanhã ou na próxima semana. O artigo somente está disponível em inglês:
Leia Mais

Dicas para melhorar a percepção de qualidade do seu site

Além de ter produtos interessantes e um conteúdo relevante e bem elaborado, as pessoas precisam ter essa visão ao acessar o seu projeto. São os conceitos de branding trazidos para as páginas na web.

Por João Gabriel da Fonseca (webinsider)

É muito comum escutar em qualquer empresa que é importante estar na internet, mas o que isso significa? Estar na internet pode assumir dezenas de formas, como mail marketing ou mídias sociais, que têm dinâmicas completamente diferentes.

Mas, talvez, a mais importante para o desempenho seja conseguir aparecer bem nos resultados do Google. Muitas pessoas acham que a colocação no ranking é simplesmente a coisa mais importante. Contudo, existe também o posicionamento estratégico, que é onde a sua empresa está na percepção do público-alvo.

1. Aparecer no topo do Google agrega muito à imagem
O ranqueamento nas páginas de resultado do Google é um ponto discutível como métrica mais importante para resultado online. Mas todos concordam que aparecer como o primeiro site no topo dos resultados é extremamente benéfico para a sua imagem no mercado.

Sua empresa está literalmente acima dos seus concorrentes! Essa situação gera uma boa impressão de qualidade para o usuário que está procurando algo no Google. Imagine como isso é bom para o posicionamento da sua empresa na percepção do cliente em potencial.

Estar nos primeiros lugares pode ser um fator importante para decisão de compra, justamente por passar uma maior credibilidade e confiança, pois os usuários têm noção de que estar no topo é por mérito.

2. Ajudar seu cliente com conteúdo informativo
Estar online não quer dizer só ter boas páginas de produtos. É essencial fornecer conteúdo – artigos, vídeos, infográficos – como forma de oferecer auxílio para questões e problemas que o seu público-alvo possa ter.

Nada melhor para o seu posicionamento na percepção do seu público-alvo do que ajudá-lo a resolver problemas. Se você vende mesas para cozinha, escreva um guia de como deixá-la sempre limpa, como combinar com outros móveis ou até mesmo um apelo mais sentimental sobre como todo mundo se junta pra conversar na cozinha.

3. Estar presente em todas as etapas do processo de compra
Além de ajudar os seus atuais clientes, você pode aparecer com a solução também para quem não te conhece! Imagine que uma dona de casa perceba que está perdendo muito tempo para passar um pano de chão na casa. Uma empresa que vende produtos para casa pode escrever um artigo que irá mostrar algumas formas de como tornar essa parte da arrumação doméstica mais eficiente: uma delas é utilizando um rodo mágico (esse produto existe). Dessa forma, a dona de casa consegue reduzir em metade o tempo de arrumação.

Lembre-se que é um artigo informacional, realmente útil para quem estiver necessitando ser mais rápido. Só que, ao falar sobre o rodo mágico, terá um link apontando para página do produto que é vendido no site da empresa.

Ou seja, você junta o útil ao agradável. Esse princípio não é novo: facilitar a vida do seu cliente é o que faz a venda. Mas isso nunca foi tão bem desenvolvido como na internet.

4. Oferecer uma boa experiência na visita
Depois que o usuário clicar no link para o seu site dentro do Google, ele se tornará um visitante. E como você sabe, visitas devem ser sempre bem tratadas. Deixar o seu site agradável é indispensável. E por agradável não quero dizer só bonito.

É importante que ele consiga se localizar em instantes, entender em qual parte do site ele está, assim como identificar rapidamente o que consegue fazer: incluir um produto no carrinho, navegar para as páginas de categoria, ou ir para um formulário de contato.

Apesar de algumas vezes a usabilidade e experiência do usuário (UX) serem deixadas em segundo plano, é um fator crítico para o sucesso de um site.

Sites que possam oferecer menos recursos ou produtos que de sua empresa, mas ofereçam uma boa navegabilidade e experiência de compra com certeza vão se destacar.

Faça tudo isso através do SEO

Para melhorar a experiência do usuário, desenvolver o conteúdo do seu site e melhorar a exposição nos resultados do Google, você deve ter a mentalidade de SEO, ou seja, otimização de sites.

O SEO começou como uma forma simples de obter melhores rankings no Google. Porém, constantemente os fatores de cálculo para definir quem estará em qual posição são atualizados, quase que semanalmente.

Isso fez com que o SEO tivesse que se desenvolver também, inclusive quando a experiência do usuário se tornou um dos fatores mais importantes para o Google. Então com a mentalidade SEO você irá lidar com todos esses pontos de uma forma natural, pois todos eles são integrados.

Leia Mais

Desenvolvedores criam elemento HTML para acelerar internet

Acelerar a internet tem sido um dos principais desafios da tecnologia nos últimos anos. Ao que tudo indica, a web poderá finalmente ter um upgrade significativo na velocidade – não pelos gadgets ou provedores, mas graças a um novo elemento HTML.

Trata-se do Picture (ou), cotado para substituir o comando. O Picture foi criado por um grupo de desenvolvedores chamado Responsive Images Community Group (RICG) que percebeu que as fotos são o principal motivo para a lentidão no carregamento de uma página.

De acordo com pesquisa do HTTP Archive, o tamanho médio de uma página entre os 1.000 maiores sites na web é 1,7MB. Destes, 1MB é ocupado apenas por imagens.

A ideia é que as imagens funcionem como um site responsivo, modelo criado em 2010 como alternativa à versão móvel. No site responsivo, layout e texto se ajustam conforme a tela do usuário por conta de larguras flexíveis, isto é, funcionam da mesma forma se o acesso for feito em um smartphone, tablet ou desktop.

O problema é que, no site responsivo, as fotos são redimensionadas para caber em telas menores para preservar o layout do conteúdo, o que significava carregar imagens grandes com a intenção de nunca visualizá-las em resolução máxima.

Com o Picture, o navegador terá a oportunidade de avaliar o elemento de acordo com as regras que o desenvolvedor especificar e, só depois, escolher a melhor imagem seguindo os critérios. Assim, se o usuário estiver vendo um site pelo conexão 3G no celular, o browser poderá impedir que a foto seja carregada em alta resolução, aumentando a velocidade e consumindo menos banda. Além disso, a ideia é que o img continue disponível para, caso o browser seja antigo e não possa ler as regras, ele entenda o elemento como uma alternativa.

O Picture funciona por meio do motor Blink e foi desenvolvido via financiamento coletivo. Segundo o Ars Technica, o Picture estará disponível no Chrome e no Firefox até o final do ano. No Opera, ele deverá ser implementado num futuro próximo. Já a Apple vai adicionar o suporte por meio do WebKit, contudo, ele não deverá estar pronto a tempo do Safari 8. Por fim, a Microsoft estaria considerando o Picture numa próxima versão do Internet Explorer.

FOnte: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/43884/43884